quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Aileron + Gareth Pugh

O Gareth Pugh está bombando no reino das Melisseiras, sua versão da Ultragirl vendeu bem rápido e eu já vi algumas Aileron nos pés das moçoilas frequentadoras da internet.
Mas como não resisto a dar os meus pitacos preparei uns looks no Polyvore (minha terapia atual) com essa Melissa tão polêmica.
Para ser bem honesta não tive muitos problemas elaborando os visuais, tudo fluiu naturalmente. Logo, se você tinha dúvidas em relação a Aileron, posso garantir que apesar das suas linhas mais arrojadas, combiná-la não é um bicho de sete cabeças.
Uma imagem vale mais que 1000 palavras, então vamos aos looks!
Sabe quando está muito quente e você tem um show de rock pra ir? Pensei nesse look para um dia assim. El é básico, eu admito, mas eu gosto muito da ideia do short com a Aileron. E uma camiseta simples e uma bolsa divertida para dar um ar mais molecota ao look (será que acabei de inventar uma palavra?)
Vestidinho combinam master com a Aileron. Mas acredito que linhas básicas ou mais modernas ou até mesmo com um ar mais MOD, ficam mais legais. Pensei nesse look para uma saída com o namorado. Não é romântico, não é girlie, mas pra mim é moderno e retrô ao mesmo tempo.
Outro short com a Aileron, e sim, eu fiz um look "mãe vou ir buscar pão". Claro que nem todo mundo pode usar um porta-níquel da Chanel para buscar pão, mas era o que tinha no Polyvore. Acho que uma sandália como a Aileron precisa se destacar no look básico de cada dia. Então não consigo imaginar ela com um vestido que tome muito da atenção da gente...
Um macaquinho! Adorei essa combinação e quero deixar bem claro que usaria HORRORES. Só preciso da roupa e da Melissa... Perfeita para ir para a faculdade pegar suas notas e se despedir dos professores...
Um vestido bem básico. E eu não consegui fazer um look para a Aileron com saia. Falha minha! Amei esse look e achei ele perfeito para uma saída a noite. Afinal, nem todas nós são escravas do salto alto né?

E assim ficou o meu post. Foi mais difícil escrevê-lo do que postá-lo, mas fazer o que?

Nenhum comentário:

Postar um comentário